sábado, 19 de março de 2016

CONVÊM QUE ELE CRESÇA E EU DIMINUA!

Esta frase foi declarada por um homem que recebeu a missão de preparar o caminho para o Messias. Este homem chamava-se João Batista (João 3.30).

Assim como João Batista recebeu essa missão de maneira profética,  aproximadamente 700 anos antes de Cristo (Isaias 40,3), de ser o Elias da Nova Aliança (Lucas 1.17), assim também, na atualidade nós, aqueles que se denominam  cristãos, recebem  não somente a responsabilidade, mas a missão de preparar o caminho para a volta de Cristo. Preparando a noiva (Igreja) através de um discipulado sólido, fazendo com que Jesus seja o CENTRO de todas as coisas. Que esta frase, “Ele cresça e eu diminua” torne-se uma realidade na Igreja Brasileira. Que nossos dogmas, sofismas e paradigmas religiosos deem espaço ao único digno e merecedor de toda honra, toda glória, todo louvor e toda adoração.

Que possamos descer de nossos “pedestais eclesiásticos”, no qual temos tomado o lugar de Cristo,  onde o homem tem sido o centro das atenções, e deixar ecoar do nosso interior que... Convém que Ele cresça e que eu diminua! 

Acredito que, desta forma, quando nos despojarmos de nós mesmos, entenderemos que nada somos, que dependemos única e exclusivamente do Senhor e que,   “somente dEle, por Ele e para Ele são todas as coisas” (Romanos 11,36).

Deus abençoe sua vida de forma sobrenatural.

João Campos
Igreja Batista da Lagoinha Castelo